[..:: Servidores – SP ::..] Fwd: DENÚNCIA – USP

———- Forwarded message ———-
From: Guilherme Côrtes – Ação & Comunicação <imprensa@acaocomunicacao.com.br>
Date: 2009/6/18
Subject: DENÚNCIA – USP
To:


INFORMAÇÃO À
IMPRENSA

2009

 

O preconceito
até na hora de educar

 

Coletiva de Imprensa na USP
debate uma pesquisa a respeito do preconceito nas escolas e professor move ação
contra a universidade

 

           
A discriminação nas escolas e universidades brasileiras é tema de uma
Coletiva de Imprensa que foi realizada, ontem, dia 17 de junho na USP. Os
organizadores do evento apresentaram dados coletados pela Fipe (Fundação
Institutos de Pesquisas Econômicas) acerca da Pesquisa sobre Preconceito e
Discriminação no Ambiente Escolar.

           
Esse trabalho de campo envolveu 18.500 pessoas, de 501 escolas públicas
do país. Foram abordados os preconceitos étnico-racial, socioeconômico,
geracional, gênero, territorial, orientação sexual e portabilidade de
necessidade especial.

Todas essas informações englobam tanto os problemas entre
alunos como entre docentes
. O estudo revela o nível de preconceito no Brasil
e como ele afeta a qualidade da educação.

A própria Universidade de São Paulo recebe queixas relacionadas
à sua má conduta com funcionários.

O Professor Ari Ferreira de Abreu, da FEARP
(Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto),
processa a instituição. No processo, constam queixas de assédio
moral.

Tudo começou quando o professor ingressou no serviço e foi
submetido a um período de estágio de seis anos. Tal período já é
inconstitucional, pois a lei não permite mais do que três anos.

Ari afirma que houve preocupação da Universidade em dificultar
seu trabalho, para que pudesse ser justificada sua incapacidade de realizar suas
atividades na USP. Ele teve restrição a recursos materiais de que deveria dispor
para ministrar suas aulas.

Além disso, teve seus primeiros salários atrasados em dois
meses, que depois passaram a ser reduzidos junto com seu regime de trabalho.

Outra queixa de assédio moral que consta do processo foi a forte
pressão psicológica ocorrida quando sua mãe faleceu. Pediram a ele para aplicar
uma prova naquela ocasião, o que foi logo desconsiderado pelo professor, que
precisava ir ao velório em
São Paulo.

No dia seguinte, mesmo de licença, ele recebeu um e-mail de um
coordenador da FAERP pedindo que fossem estabelecidas datas para a remarcação
das provas. Embora respondido, tal comunicado era desnecessário, pois outra
professora já havia marcado novas datas.

Em 2006, quando lecionava um dos cursos da FUNDACE, recebeu
ótima avaliação dos alunos, uma pontuação de 4,5 pontos de 5 possíveis. Apesar
disso, a Chefe do Departamento de Contabilidade informou que sua nota fora
baixa, pois os alunos supostamente acreditavam que a nota máxima era dez. Tal
afirmação era – segundo ele – infundada, pois era a quinta vez que os alunos
passavam por aquela avaliação.

Mesmo assim as pressões não terminaram. Num de seus cursos, o
professor rejeitou a utilização do livro “Manual de Contabilidade das Sociedades
por Ações”, de Eliseu Martins. Quando professor da UFSC, Ari adotou esse livro,
que recebeu críticas dos alunos por conter erros de cálculo em um capítulo.
Verificado o erro, ele preferiu deixar de utilizar o livro em suas aulas.

Essa decisão provocou questionamentos e ameaças de um dos
co-autores do livro. Logo, foi coagido pela Universidade a pedir desculpas,
embora não tenha se rendido às pressões, inclusive mandando um e-mail como
resposta a Eliseu.

           
Ari Ferreira de Abreu é apenas um dos que tem a reclamar das
discriminações nas Instituições de Ensino. Apesar de muitos funcionários e
alunos estarem insatisfeitos, boa parte deles não se queixa por medo e pressões.
Porém, outros professores se colocam à disposição para entrevistas
onde relatarão seus problemas, muito abordados atualmente.

           
 Professor Ari se coloca a
inteira disposição para entrevistas e contará em detalhes todas as dificuldades
existentes na Universidade.

 

Mais informações para
entrevistas:

 

AÇÃO &
COMUNICAÇÃO

LANA CÔRTES/
GUILHERME CÔRTES

(11)  5181 1149 / 5182
8816

cel. Guilherme 9523 1694 / cel. Lana: 9934 8671

imprensa@acaocomunicacao.com.br

 

 


Sylvio Micelli

Visite meu novo Blog .: Jornalismo e Algo Mais :. http://micelli.blogspot.com/

Também estou no microblogging Twitter, com atualizações diárias e links interessantes sobre (quase) tudo!

Acesse http://twitter.com/micelli

O Micelli Podcast está na Blip.FM que você pode acessar em http://blip.fm/profile/SylvioMicelli/playlist

__._,_.___

Orgulho de ser SERVIDOR PÚBLICO!

Atividade nos últimos dias


Visite seu Grupo

Yahoo! Mail

Conecte-se ao mundo

Proteção anti-spam

Muito mais espaço

Yahoo! Barra

Instale grátis

Buscar sites na web

Checar seus e-mails .

Yahoo! Grupos

Crie seu próprio grupo

A melhor forma de comunicação

.

__,_._,___

Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s